Blog

Receita Cookies de Chocolate

Neste final de semana vamos aprender a fazer cookies de chocolate?

As crianças vão adorar esse saboroso biscoito.

[image width=”medium”]http://www.ciadolazer.com.br/parque/wp-content/uploads/2014/05/chocolate-chippers-recipe.jpg[/image] [divider type=”line”][/divider]

INGREDIENTES:

2 xícaras de chá de manteiga
2 xícaras de chá de açúcar de mascavo
2 xícaras de chá de açúcar cristal
4 ovos
2 colheres de sopa de essência de baunilha
4 xícaras de chá de farinha de trigo
5 xícaras de chá de aveia moída no liquidificador
1 colher de café de sal
2 colheres de sopa de fermento em pó
2 colheres de sopa de sal amoníaco (não sódico)
3 xícaras de chá de nozes picadas
1 kg de chocolate meio amargo picadinho

 

MODO DE PREPARO:

Na batedeira coloque a manteiga, o açúcar mascavo, o açúcar cristal, 4 ovos e a essência de baunilha.

Misture bem por uns 5 minutos e despeje a massa em uma bacia.

Acrescente a de farinha de trigo, a aveia moída no liquidificador, o sal, o fermento em pó e o sal amoníaco . Amasse com as mãos.

Depois acrescente as nozes picadas, o chocolate meio amargo picadinho (basta misturar na massa)

Faça os biscoitinhos e coloque-os em forma untada com papel manteiga, longe do outro para não grudarem, e leve ao forno de 10 a 15 minutos a 250ºC.

O tempo para assar vai depender de cada forno, cuide para não deixar queimar por baixo.

 

Fonte: petiscos.com

 

 

Dica para noite chuvosa: Filmes e Pipoca!

Uma ótima dica para uma noite chuvosa com os pequenos:

Filmes e Pipoca!

Listamos alguns dos principais lançamentos de Filmes infantis de 2014:

1. Frozen: Uma Aventura Congelante

Esta nova aventura da Disney conta a história de duas irmãs que foram separadas na infância mas vivem no mesmo castelo. Elsa vira rainha e Anna a ajudará a retomar o reino, que foi todo congelado.

[image width=”medium”]http://www.ciadolazer.com.br/parque/wp-content/uploads/2014/05/frozen2.jpg[/image]

[divider type=”line”][/divider]

2. Uma Aventura Lego

O simpático Emmet é um Lego comum. Confundido com o Master Builder, o grande criador do brinquedo, ele terá que derrotar um perigoso vilão que pretende colar todas as peças. E para isso ele vai contar com Batman e o Super-Homem.

[image width=”medium”]http://www.ciadolazer.com.br/parque/wp-content/uploads/2014/05/lego.jpg[/image]

[divider type=”line”][/divider]

3. Rio 2
Depois do sucesso do primeiro filme, Rio 2 conta as aventuras da arara azul Blu ao lado de Jade e dos filhotes, um macho e uma fêmea. Desta vez, a trama se passa em plena Copa do Mundo de 2014.

[image width=”medium”]http://www.ciadolazer.com.br/parque/wp-content/uploads/2014/05/rio.jpg[/image]

[divider type=”line”][/divider]

Fonte: blogs.ne10.uol.com.br

 

Receita Bolinho de Chuva

Para este final de semana separamos uma receita irresistível nesse friozinho e as crianças vão adorar.

Você pode chamar seus filhos para lhe auxiliar!

[divider]

[image width=”medium”]http://www.ciadolazer.com.br/parque/wp-content/uploads/2014/05/bolinho-de-chuva-diferente1.jpg[/image]

Ingredientes:
2 ovos
¾ xícara (chá) de açúcar
2 colheres (sopa) de manteiga
½ colher (chá) de sal
1 colher (sopa) de fermento
1 xícara (chá) de farinha de trigo
Óleo (para fritura)
açúcar e canela (para polvilhar)

Modo de Preparo
Coloque os ovos, a manteiga, o açúcar e o sal numa tigela e misture muito bem. Acrescente à mistura o leite e a farinha, alternadamente, mexendo sempre. Junte o fermento e mexa bem. Numa panela média, coloque bastante óleo e leve ao fogo alto para esquentar. Quando o óleo estiver quente, abaixe o fogo. Com duas colheres de sobremesa, modele os bolinhos: encha uma das colheres com a massa (com formato arredondado). Jogue os bolinhos, em pequenas porções, no óleo quente e deixe fritar até que fiquem dourados. Retire os bolinhos com uma escumadeira e coloque sobre papel absorvente. Num prato fundo, coloque o açúcar e a canela e misture bem. Envolva cada bolinho pelo açúcar.

Educação Bilíngue

Com o atual panorama socioeconômico e político mundial, estimulado pela globalização, cresce cada vez mais a necessidade de se dominar um segundo idioma. Atentas a essa demanda, muitas escolas começaram a oferecer em seus serviços a opção pela Educação Bilíngüe. Mas o que é uma escola bilíngüe? Como os pais podem ter certeza de que estão realmente oferecendo aos seus filhos mais esse diferencial na educação?

[image width=”medium”]http://www.ciadolazer.com.br/parque/wp-content/uploads/2014/05/1417.jpg[/image]

Uma escola bilíngüe é aquela que faz com que o aluno fique imerso no universo sonoro de um segundo idioma. Ele recebe estímulos na segunda língua, e da mesma maneira que imita os gestos dos adultos que o rodeiam, reproduzirá os sons que ouve. Mas a definição de Educação Bilíngüe não fica reduzida à questão fonética, ela aborda aspectos paralingüísticos valiosos, como, por exemplo, a abertura à diversidade cultural contida nas estruturas das línguas.

Existem diferenças entre escolas estrangeiras e escolas bilíngües. As primeiras adotam como primeiro idioma aquele do país de origem, enquanto o português passa a ser a segunda língua. Já nas escolas brasileiras bilíngües, acontece o inverso: o currículo é brasileiro, assim como o idioma materno, e o aluno aprende uma outra língua simultaneamente.

“Quando o aluno entra em uma escola bilíngüe, toda a comunicação é realizada no segundo idioma, fazendo com que ele o assimile de uma forma natural e espontânea, da mesma maneira como aprende a língua materna”, explica Eliane Gomes Nogueira, presidente da Organização das Escolas Bilíngües do Estado de São Paulo – OEBi.

Na Educação Infantil bilíngüe, todas as disciplinas são ministradas em inglês, na totalidade do tempo em que o aluno permanece na escola. Os professores têm como formação profissional os cursos de Letras ou Pedagogia e falam um segundo idioma fluentemente, seja por terem estudado, morado ou trabalhado em outro país, seja pelo fato de serem estrangeiros.

A Educação Bilíngüe encontra-se em expansão no Brasil, e a maioria das escolas está em São Paulo. As mensalidades dessas instituições de ensino não são mais caras do que as das demais escolas com o mesmo padrão. Quanto mais nova a criança começa a aprender outro idioma, mais fácil é a sua assimilação. Em termos de adaptação, ela tem muito menos dificuldade, ou quase nenhuma. O aluno que se transfere para uma escola bilíngüe, passa por um processo de adaptação e reforço para poder acompanhar a classe na qual irá estudar.

“É muito difícil tornar alguém bilíngüe. Fazer uma pessoa falar um segundo idioma de forma automática, fluente, pensando nessa segunda língua não é uma tarefa fácil. Portanto, quanto mais cedo se inicia esse processo, melhor o resultado”, lembra Eliane.

O Português é peça fundamental do aprendizado, e, em nenhum momento, uma escola bilíngüe pode desprezar a língua materna, que é um ativo importante do indivíduo, sendo o domínio dela essencial, e por isso não deve ser prejudicado pela Educação Bilíngüe, ou seja, deve ser desenvolvido com a mesma ênfase. Não se trata da substituição da língua materna, e sim do acréscimo do segundo idioma no aprendizado.

“Na hora de escolher por uma escola bilíngüe, os pais precisam observar certas características: quanto tempo de exposição ao segundo idioma terá o filho, qual a formação dos professores contratados, qual o nível de fluência no segundo idioma desses profissionais, qual o material utilizado e, o mais importante, visite a escola em horário de funcionamento, vá até as salas de aula. Aí você terá certeza se a escola realmente atende à proposta da Educação Bilíngüe”, explica a presidente da OEBi.

Uma escola não pode se intitular bilíngüe se não tiver por objetivo o ensino de um segundo idioma por intermédio de uma imersão. Apenas ministrar aulas de inglês duas vezes por semana, por exemplo, não é oferecer uma Educação Bilíngüe.

Após freqüentar uma escola bilíngüe, o aluno, ao atingir a adolescência, será bilíngüe no sentido amplo da palavra. “Ele saberá ler, escrever, falar e produzir textos da mesma forma como faz no idioma materno, fluentemente. Se ele quiser continuar os estudos fora do País, terá absoluta aptidão para isso”, finaliza Eliane.

Fonte: pediatriaemfoco.com.br

Deixe um comentário